top of page

"O indizível no pensamento indiano" e a Mandukya Upanishad

Atualizado: 24 de set. de 2019

Por Roberto de A. Martins



Há conhecimentos profundos, quase impossíveis de serem captados, no pensamento indiano. Trata-se de vivências que ultrapassam o conhecimento racional, não podendo ser descritas através das categorias conceituais que costumamos utilizar. Neste artigo, trato dessa temática, que é exemplificada através de uma tradução comentada, completa, da Māṇḍūkya Upaniṣad.


O meu artigo explica detalhadamente a Māṇḍūkya Upaniṣad - um texto curto e de grande complexidade, que apresenta uma análise do significado mais profundo do OM, relacionando seus componentes com os quatro estados de consciência: estado desperto, estado de sonho, estado de sono sem sonhos, e o "quarto estado" (caturtha, ou turīya).


A Māṇḍūkya Upaniṣad é um texto muito curto, com apenas 12 versos, que analisa os estados mentais fundamentais: o estado desperto, o estado de sono com sonhos, o estado de sono sem sonhos... e o quarto estado (caturtha ou turīya).


Esta upaniṣad, muito respeitada na tradição indiana, foi comentada por Śaṅkarācarya e por seu mestre Gauḍapāda.


Há quatro estados de consciência: o estado desperto (jāgarita), o de sonho (svapna), o de sono sem sonhos (nidrā), e o “quarto estado” (turīya, ou caturtha). Esse quarto estado é atingido pelas pessoas que mantêm sua consciência incessantemente ativa, atravessando cada um dos três estados mentais de forma consciente. 



Atinge-se, assim, um estado que é permanente (que está além dos três tempos), em que a consciência é imutável, não é afetada pela passagem do tempo. A pessoa está consciente, sempre, do seu Eu mais interno, o ātman – quando está desperta, quando está sonhando, e quando está no estado de sono sem sonhos.


Na tradição espiritual indiana, Yoga-nidrā não é um simples relaxamento; é uma prática extremamente avançada de Yoga (e, portanto, destinada à libertação espiritual), descrita em textos indianos tradicionais, baseada na teoria indiana dos quatro estados de consciência.


Referência bibliográfica: MARTINS, Roberto de Andrade. O indizível no pensamento indiano: a sabedoria que ultrapassa os conceitos. PP. 85-102, in: SANTOS, João Marcos Leitão (org.). Religião, a herança das crenças e as diversidades de crer. Campina Grande: Editora da Universidade Federal de Campina Grande, 2013. (Este artigo pode ser lido integralmente na Livraria deste site, na seção de Artigos)


Comentários


Os comentários foram desativados.
Faça download do Ebook
O que é Meditação?
bottom of page