Svādhyāya ou estudo próprio

por Roberto de A. Martins


A palavra sânscrita "svādhyāya" pode ser traduzida como "estudo próprio". É um termo importante no Yoga Sūtra de Patañjali, onde figura como uma das cinco obrigações (niyamas). Porém, o próprio Patañjali não esclarece o que significa essa palavra – apenas a utiliza. Os comentadores antigos e recentes utilizam essa palavra em vários sentidos diferentes, o que dificulta muito sua compreensão.


Há muitas opiniões diferentes sobre o significado dessa expressão. O artigo que está disponível para download na livraria, apresenta uma proposta de análise desse Niyama recorrendo a informações encontradas em textos mais antigos do que o Yoga-Sūtra: o Śatapatha-Brāhmaṇa e os Gṛhya Sūtras.


Este artigo sugere que o sentido original de svādhyāya não é “estudo de si mesmo”, nem outros significados que têm sido sugeridos, e sim “estudo para si próprio” dos textos sagrados indianos.


Na tradição mais antiga dos Brāhmaṇas e Gṛhya Sūtras, o svādhyāya é um estudo diário de textos sagrados, realizado pela manhã, para o desenvolvimento da própria pessoa – e não para qualquer outra finalidade. É uma obrigação, um sacrifício dedicado a Brahman. Pode ser acompanhado por rituais, mas sem nenhum objetivo a não ser cumprir o seu estudo próprio. 


Esse pode ter sido, também, o significado atribuído por Patañjali a svādhyāya. De fato, devemos nos lembrar, em primeiro lugar, que o Yoga de Patañjali é um dos sistemas ortodoxos (āstika) indianos e que, portanto, deve estar de acordo com a tradição mais antiga associada aos Vedas. Como já comentamos, Patañjali não apresentou nenhuma definição ou explicação da palavra, o que pode indicar que estava utilizando um significado tradicional.


A ideia de uma obrigação (niyama) diária, destinada a aumentar sattva no praticante, que é o que se infere do Yoga-Sūtra, é compatível com a prática tradicional descrita nos Brāhmaṇas e Gṛhya Sūtras. Esse significado é bem diferente daquele que aparece na maioria dos comentários tradicionais e recentes; mas pode ser considerado como o significado original de svādhyāya.  


A interpretação dos textos indianos antigos é muito difícil. Trata-se de uma cultura muito vasta, rica e complexa, que deve ser considerada como a base interpretativa para qualquer texto. Não é possível estudar um texto isolado: é importante confrontar o texto estudado com a tradição anterior e posterior. Pode-se assim chegar a resultados importantes para a interpretação textual.


Referência bibliográfica:

MARTINS, Roberto de Andrade. Svādhyāya ou estudo próprio: análise do conceito, pela tradição dos Brāhmaṇas e Gṛhya Sūtras. Cultura Oriental, 1 (2): 45-51, jul.-dez. 2014 (Este artigo pode ser lido integralmente na Livraria deste site, na seção artigos)


#yohasutra #patanjali #svadhyaya #niyama

Faça download do Ebook
O que é Meditação?

SHRI YOGA DEVI

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone YouTube
Cadastre-se para receber novidades!
430485-PE9ZCG-718.png

Serra da Mantiqueira - Caixa Postal 188

CEP 37640-970 Extrema, MG