Blog Shri Yoga Devi
Bem vindos!!!
www.shri-yoga-devi.org
 
Postagens do Blog
+ Recentes
+ 2013 / 1º semestre
+ 2012 / 2º semestre
+ 2012 / 1º semestre
+ 2011 / 2º semestre
+ 2011 / 1º semestre
+ 2010 / 2º semestre 
+ 2010 / 1º semestre
+ 2009 / 2º semestre
 
EU SOU
Flávia Bianchini
Satyananda Svarupini (Flávia). Sou Instrutora de Kundalini Yoga e Artista Plástica. Coordeno o espaço Shri Yoga Devi onde ministro aulas de Yoga. Veja o site: www.shri-yoga-devi.org

Maha Devi
"Do meu Poder tudo brota,
Por meu Poder tudo se sustenta,
Por meu Poder tudo se dissolve.
Eu sou este Brahman sem dualidades."
Kaivalya Upanisad

"Mundaka Upanishad: o conhecimento de Brahman e do Atman"

Livro de Roberto Martins 

A Mundaka Upanishad é um famoso texto espiritual indiano, escrito vários séculos antes da era cristã. Foi escrito em versos e alguns de seus trechos foram reproduzidos depois em outras obras, incluindo a Bhagavad Gita. É uma das bases fundamentais do Vedanta, tendo sido comentada por Shankaracharya.

Mundaka Upanishad

Logo no início desta Upanishad, um dos seus personagens, chamado Shaunaka, pergunta ao sábio Angiras: "Venerável senhor, o que é que, ao ser conhecido, faz com que tudo isto seja conhecido?". Angiras lhe explica então que existe um conhecimento inferior e outro superior. O conhecimento superior é o do "aksharam" ou imutável, que é assim descrito: "Aquilo que não pode ser visto, que não tem família, que não tem casta, sem olhos nem ouvidos, sem mãos nem pés, eterno, onipresente, que penetra tudo, impalpável - este é o imutável que é contemplado pelos sábios como a fonte dos seres".

Menosprezando o conhecimento humano usual, a Mundaka Upanishad enfatiza a sabedoria suprema, que é o conhecimento do Absoluto (Brahman) e sua identidade com o Eu mais profundo do ser humano (o Atman). 

Mundaka Upanishad - dois pássaros

A Mundaka Upanishad explica, através de uma famosa comparação dos dois pássaros, a diferença entre o Eu superior (Atman) - que é idêntico ao Absoluto - e oinferior, a consciência de uma pessoa "comum", cuja atenção está voltada para o exterior. Um dos pássaros está comendo o fruto da árvore, com toda a sua atenção voltada para o desfrute desse prazer; ele representa a consciência mundana. O outro pássaro, no entanto, não se envolve com as coisas externas. Ele não é cego, mas apenas observa, sem ser dominado pelos seus sentidos. Esse segundo pássaro representa ao mesmo tempo a pessoa que atingiu a libertação (moksha) e a consciência pura, o Atman ou Purusha, que está presente em todas as pessoas.

Roberto Martins fez uma tradução completa, comentada, da Mundaka Upanishad, comparando suas passagens com outros textos indianos tradicionais. 

Mundaka Upanishad

Este livro de Roberto Martins, publicado em 2008, que se encontrava esgotado, foi reeditado nos Estados Unidos e está novamente disponível para os interessados. Pessoas que não residem no Brasil pode adquirir exemplares através da editora norte-americana:
http://tinyurl.com/MundakaUpanishad

No momento, este livro está esgotado, no Brasil. Não temos previsão de receber novos exemplares.

Os outros livros da equipe Shri Yoga Devi podem ser adquiridos no Brasil através de cartão de crédito, pelo PagSeguro, em nossa loja virtual.

separador


Equipe de yoga Shri Yoga Devi
São Carlos, SP
Campina Grande, PB
http://www.shri-yoga-devi.org/

...
FaceBook link
.