Blog Shri Yoga Devi
Bem vindos!!!
www.shri-yoga-devi.org
 
Postagens do Blog
+ 2013 / 1º semestre
+ 2012 / 2º semestre
+ 2012 / 1º semestre
+ 2011 / 2º semestre
+ 2011 / 1º semestre
+ 2010 / 2º semestre 
+ 2010 / 1º semestre
+ 2009 / 2º semestre
 
EU SOU
Flávia Bianchini
Satyananda Svarupini (Flávia). Sou Instrutora de Kundalini Yoga e Artista Plástica. Coordeno o espaço Shri Yoga Devi onde ministro aulas de Yoga. Veja o site: www.shri-yoga-devi.org

Maha Devi
"Do meu Poder tudo brota,
Por meu Poder tudo se sustenta,
Por meu Poder tudo se dissolve.
Eu sou este Brahman sem dualidades."
Kaivalya Upanisad

Agenda
Abril de 2013

O nosso tema principal deste mês é Ardhanarishvara (Ardhanārīśvara) - a divindade indiana que combina em seu corpo tanto Shiva quanto Parvati. Apresentamos uma página especial no nosso Blog com muitas informações sobre essa divindade hindu, sua mitologia, sua iconografia, seu culto e práticas espirituais. Temos também vídeos de danças inspiradas em Ardhanarishvara. Também apresentamos, em outra página, um famoso hino devocional dedicado a essa forma divina: o "Ardhanarishvara Stotram". 

Ardhanarishvara

separador

Mitologia: 

A divindade Ardhanarishvara

O nome Ardhanarishvara pode ser decomposto em Ardha+nari+ishvara. Ishvara é o título que significa "governante" ou "senhor", dado a várias divindades hindus. Neste caso em particular, Ishvara está sendo associado a Shiva. Nari significa mulher, assim como nara significa homem, em sânscrito. Ardha significa metade. Assim, Ardhanarishvara é "o Senhor que é metade mulher".

Ardhanarishvara

Na iconografia de Ardhanarishvara, o lado esquero representa a Deusa Parvati, também chamada Gauri; e o lado direito representa Shiva. Normalmente, nas imagens de Ardhanarishvara, Parvati tem um corpo rosado e veste um sari vermelho e tem enfeites dourados; segura uma flor de lótus em uma das mãos. Shiva tem um corpo cinza-azulado, veste uma pele de tigre que simboliza o controle sobre a natureza animal, e está decorado com serpentes,simbolizando o controle do veneno das paixões. Segura um tridente, fazendo com a outra mão o gesto de destemor (abhaya mudra). 

Veja informações detalhadas a respeito da forma divina hindu Ardhanarishvara nesta página. Veja também vídeos sobre Ardhanarishvara nesta outra página.

separador

Ardhanarishvara e práticas meditativas

Na tradição do Yoga tântrico, Ardhanarishvara é a divindade associada ao Ajña Chakra - o centro energético associado ao "terceiro olho", ou região entre as sobrancelhas. 

Observação: Há fontes que associam Ardhanarishvara ao chakra da garganta; há uma certa variação com relação às informações sobre os chakras. Vamos indicar apenas uma dessas tradições.

Os chakras superiores

O Ajña Chakra, na região do "terceiro olho", está associado a um lótus branco com apenas duas pétalas. Em uma delas há o símbolo sânscrito Ham, e na outra o símbolo Ksham. No centro do lótus há um triângulo branco com a ponta para baixo (símbolo feminino), dentro do qual há um lingam (símbolo masculino) chamado itara ("o outro", ou "diferente"), para distingui-lo do lingam que aparece no chakra Muladhara [na imagem abaixo, está faltando esse triângulo]. A união do triângulo e do lingam representa a fusão das polaridades ou dos opostos, Shakti (o poder, a energia) e Shiva (a consciência), representada por Ardhanarishvara. Essa fusão é vista como assexuada, ou seja, sem conotação sexual.O bija-mantra deste chakra é OM, associado ao Absoluto e à não-dualidade.

Ajña chakra

Ardhanarishvara representa a fusão das dualidades. Simboliza também um estado no qual se ultrapassa a visão comum do universo. 

Os dois olhos físicos, direito e esquerdo, representam o Sol e a Lua; o "terceiro olho", associado ao Ajña Chakra, representa o fogo. Na mitologia, Shiva destrói, com o fogo que sai do seu terceiro olho, a divindade do desejo, Kama. Simbolicamente, a utilização do terceiro olho representa o acesso à consciência cósmica (Buddhi), ultrapassando as emoções, os desejos, os apegos, os temores. Um dos nomes desse terceiro olho é sva-netra, "o seu próprio olho", o olhar interno da própria pessoa. Ativar esse chakra permite obter um novo modo de conhecimento. Deve-se confiar na orientação interna, em um nível "intuitivo" - ou, mais precisamente, um nível que ultrapassa a razão, e que provém do despertar da Buddhi.

Hakini e Ardhanarishvara

O Poder (Shakti) deste Chakra é a deusa Hakini. Concentrando-se nela, o praticante obtém todos os poderes e qualidades necessários para atuar sobre o Ajña Chakra. Hakini, com o corpo rosado, roupa vermelha e assentada sobre um lótus cor de rosa, tem 6 cabeças, representando seus poderes: iluminação, controle do pensamento, atenção fixa, concentração perfeita, meditação sem obstáculos, união (samadhi) sem contaminação por conceitos. Hakini tem quatro mãos, nas quais vemos um tambor (damaru), o gesto abhaya mudra (eliminação do medo), um crânio (desapego) e um rosário hindu (mala). 

PRÁTICA DE MEDITAÇÃO

Uma prática avançada associada ao Ajña Chakra, consiste em repetir o mantra OM, procurando atravessar as seis etapas representadas por Hakini. Depois de fazer a preparação física adequada, primeiramente visualize uma pequena bola brilhante (luz) na região entre as sobrancelhas, ou um lingam luminoso dentro de um triângulo branco. Ao fazer isso, seus olhos se voltam automaticamente para cima. Cuidado para não forçar o movimento dos olhos, pois isso pode produzir dores. 

Meditação - ajña chakra

Comece a repetir o mantra OM, mentalmente, no ritmo que for mais confortável para você. Então, dentro das suas possibilidades (que vão depender do seu treino em práticas meditativas), passe às outras etapas: (2) controle do pensamento, para que sua mente não se distraia; (3) fixar sua atenção no mantra OM; (4) concentrar-se em um estado de equilíbrio, ultrapassando o temor e o desejo, atingindo a neutralidade; (5) mergulhar no estado meditativo conduzido pelo OM; (6)samadhi.

Os sete chakras principais

separador

Ardhanarishvara Stotram: O Hino do Senhor que é Metade Mulher

O Ardhanarishvara Stotram é um famoso hino em homenagem a Shiva e Parvati, fundidos em uma só pessoa – Ardhanarishvara. O hino é atribuído às vezes a Shakaracharya, às vezes ao sábio Upamanyu. Há duas versões ligeiramente diferentes; a aqui apresentada termina com uma afirmação de que o seu autor é Shankara. 

O hino é também conhecido como Ardhanarishvara Ashtakam, ou seja, oito estrofes sobre Ardhanarishvara. O refrão, repetido nas oito estrofes, homenageia Shiva e Shivā, que é a Shakti de Shiva, ou seja, Parvatī.

Ardhanarishvara Stotram

Em uma página especial do nosso Blog, apresentamos informações mais detalhadas a respeito do hino Ardhanarishvara Stotram. Além do texto em sânscrito e sua tradução para o português, apresentamos outros esclarecimentos e duas gravações MP3 do mesmo. Veja a página dedicada ao Ardhanarishvara Stotram

separador

Novo texto no site:
"Ashtavakra Gita"

Todos os meses colocamos à disposição de nossos leitores novos textos, na biblioteca virtual de textos de nosso site. Neste mês, apresentamos uma tradução completa, para o espanhol, de um importante texto do Advaita Vedanta: o Ashtavakra Gita.

O Ashtavakra Gita, ou "canto de Ashtavakra", é apresentado sob a forma de um diálogo entre o rei Janaka, de Videha, e o jovem sábio Ashtavakra ("o que tem oito defeitos"). Trata sobre o modo de atingir a realização do Atman, ou Brahman, abordando as dificuldades no caminho do espiritual e como superá-las. 

Ashtavakra Gita

Esta obra é também muito importante para a compreensão da base espiritual do Yoga, considerado como uma união com o Absoluto. Não é um texto devocional e o leitor não deve esperar encontrar muita semelhança entre ele e o Bhagavad Gita, apesar dos nomes parecidos.

Veja mais informações sobre esse texto, e o link para fazer download do mesmo, nesta página.

separador

Em Agosto:
Aulas e oficinas de Yoga 

No mês de Agosto retornaremos com as aulas de Yoga, oficinas e cursos especiais, em Campina Grande e João Pessoa:

* Aulas de Kundalini Yoga
* Aulas de Sivananda Yoga
* Oficina de pranayama
* Curso de introdução à prática de Kundalini Yoga

Yoga nas montanhas

Aguarde nossa programação!!!

separador

MEDITAÇÃO DA LUA CHEIA

A Lua Cheia de Abril de 2013 ocorre no dia 25/04, quinta feira. 

Calendário lunar - abril de 2013 

A Lua Cheia de Maio de 2013 ocorre no dia 25/05, sábado. 

   Calendário lunar - maio de 2013

Este dia é um tempo de conexão e expansão da Luz interna. Veja a Lua, sinta sua energia, conecte-se com a Luz do Sol que nos ilumina e alimenta. Veja mais sobre a Meditação da Lua Cheia na Agenda do nosso site: 

www.shri-yoga-devi.org/agenda.html   

separador


Espaço de yoga Shri Yoga Devi
Campina Grande, Paraíba
http://www.shri-yoga-devi.org/

...
FaceBook link
.