Blog Shri Yoga Devi
Bem vindos!!!
www.shri-yoga-devi.org
 
Postagens do Blog
+ 2013 / 1º semestre
+ 2012 / 2º semestre
+ 2012 / 1º semestre
+ 2011 / 2º semestre
+ 2011 / 1º semestre
+ 2010 / 2º semestre 
+ 2010 / 1º semestre
+ 2009 / 2º semestre
 
EU SOU
Flávia Bianchini
Satyananda Svarupini (Flávia). Sou Instrutora de Kundalini Yoga e Artista Plástica. Coordeno o espaço Shri Yoga Devi onde ministro aulas de Yoga. Veja o site:
www.shri-yoga-devi.org


Maha Devi
"Do meu Poder tudo brota,
Por meu Poder tudo se sustenta,
Por meu Poder tudo se dissolve.
Eu sou este Brahman sem dualidades."
Kaivalya Upanisad

Namaste!

As pessoas que se dedicam ao Yoga estão acostumadas a se cumprimentar colocando as mãos juntas (Anjali Mudra), dizendo "Namaste!". Sabemos  que "Namaste" significa "Eu lhe presto homenagem", e que é usado de um modo respeitoso, pois estamos nos colocando em contato com o Eu Divino dentro da outra pessoa. Por isso, algumas pessoas explicam "Namaste" como significando "O ser divino dentro de mim saúda o ser divino dentro de você". Embora não seja uma tradução de "Namaste", é uma explicação sobre a atitude correta que deve acompanhar o gesto.

Namaste

No entanto, a profundidade deste gesto e deste cumprimento vai muito além daquilo que se costuma imaginar. Vamos apresentar, abaixo, uma experiência proposta por Prem Baba (www.prembaba.org.br), para se vivenciar o significado mais profundo do "Namaste".

Prem Baba Propõe uma Experiência

Eu quero te propor uma experiência. Pelo menos até amanhã, até o nosso próximo encontro: procure ver todas as pessoas que você cruza no caminho além da forma, independentemente do nível de ignorância em que elas estejam. Por mais que essa pessoa esteja tomada pelo mais absurdo egoísmo ou brutalidade. Não olhe para isso, olhe além, olhe o Ser que está por trás dessa nuvem. E, internamente você diz: Namaste. Você reverencia esse Ser que é o mesmo Ser que se manifesta através do seu corpo. Você reverencia o eterno Um; reverencia o amor eterno que se manifesta em todos. 

Prem Baba - namaste Prem Baba

Experimente fazer isso também com as árvores e plantas; com os animais. Permita que a reverência exale através de cada poro do seu corpo. Permita que o respeito exale por cada poro do seu corpo. Quando vier algum raio de ignorância na sua direção, visualize-se transparente e deixe passar. Se vier alguma ofensa ou palavra que contenha uma semente de ódio, faça esse exercício de se visualizar-se transparente e deixe essa seta atravessar sem tocar você. Continue emanando reverência, respeito e amor para todos os seres. Internamente você canta: Prabhu ap jago, paramatma jago, mere sarve jago, sarvatra jago. Deus acorde, Deus acorde em todos e em todos os lugares.

Mas, para que essa experiência dê certo você precisa estar presente. Você precisa estar lembrando-se de si mesmo. Você tem que estar recolhido no seu centro e agindo a partir dele. Eu estou falando de totalidade na ação. O mínimo movimento você faz de forma intencional e consciente.  

Sadhu indiano fazendo Namaste

Quando estiver sozinho, faça a mesma coisa. Continue cantando prabhu ap jago alternando com momentos de silencio, visualizando que o seu coração é uma fonte infinita de amor que irradia luz para todos os sentidos e direções.

Por um dia, eu peço que você abra mão da necessidade de querer receber. Por um dia, não se incomode pelo fato de não receber nada. Só por um dia experimente somente se doar. Não perca a oportunidade de dar um sorriso, mesmo que o outro não receba porque está fechado igual a um muro. Não se incomode por isso. Não se preocupe com a reação do outro. Simplesmente irradie o seu melhor. Faça essa experiência.

Amanhã nós conversamos sobre como foi.

Lembrando mais uma vez: totalidade na ação. Esteja presente em cada passo.

Até o nosso próximo encontro.

NAMASTE


Espaço de yoga Shri Yoga Devi
Campina Grande, Paraíba
http://www.shri-yoga-devi.org/